Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente

Início > Foco > PRÓ-ORDEM retira-se do Campo Pequeno devido a sectarismo da Fenprof
11 DE MARÇO DE 2011

PRÓ-ORDEM retira-se do Campo Pequeno devido a sectarismo da Fenprof

Na reunião com todas as organizações membro da Plataforma dos Sindicatos dos Professores, realizada dia 10.03.2011, o Presidente da Direcção da Pró-Ordem começou por denunciar o facto de o encontro nacional de professores, que irá ter lugar no edifício multiusos do Campo Pequeno, no próximo Sábado, ter sido passado para a Comunicação Social como sendo uma iniciativa (exclusiva) da Fenprof.

Aliás, esta constatação já havia sido transmitida anteriormente à Fenprof e voltou a ser-lhe manifestada pessoalmente, no final de um Encontro sobre Ensino Especial, promovido pelo M. E. em Lisboa.

Estes factos parecem ter gerado um certo mal-estar no Coordenador da Plataforma e na forma menos correcta como conduziu a reunião desta, reagindo quase sempre intempestivamente às propostas concretas e fundamentadas de alteração ao conteúdo da Moção, a ser aprovada por aclamação naquele encontro do Campo Pequeno. E “mutatis mutandis” quanto aos diversos aspectos de índole processual e coreográfica que se tornava necessário definir para aquele Plenário Nacional de Professores.

Ao sermos informados pelo Coordenador da Plataforma de que provavelmente iriam estar presentes no Plenário alguns líderes dos “Movimentos” (de Professores), a Pró-Ordem sugeriu, precisamente, que lhes fosse permitido usarem da palavra, ao que a Fenprof se opôs de imediato e terminantemente…

Quanto ao conteúdo musical deste Plenário, a Fenprof quis contratar um cantor que é, nem mais nem menos, do que o autor do seu próprio Hino e costuma actuar nos seus congressos, só não o tendo feito, como informaram, por o mesmo já ter compromissos assumidos para esta data. Em seu lugar actuará um Grupo que, salvo o devido respeito, “ninguém conhece”…

Já aquando das eleições presidenciais foi deliberado a Plataforma reunir com todos os candidatos oficialmente reconhecidos, tendo ficado a Fenprof de contactar com todos eles. Deu prioridade ao candidato do PCP, à sede do qual nos dirigimos em primeiro lugar; ainda “conseguiu” reuniões com mais dois candidatos, mas desinvestiu totalmente nos contactos com outros candidatos.

Em face do supra aduzido, a Pró-Ordem, embora continuando a rever-se no “Caderno Reivindicativo” em causa, tal como explicou, em sede própria, não pode acompanhar – porque com eles não se identifica – determinadas formulações e métodos (que julgávamos já ultrapassados) que, podendo servir outros interesses, não nos parece que sirvam os interesses objectivos da Profissão Docente. Os únicos que nos importa defender e salvaguardar!

Razão pela qual, a Pró-Ordem já não se fez representar na Conferência de Imprensa da Plataforma (ou da Fenprof ?) realizada esta manhã e não estará presente amanhã, “qua tal”, no Plenário do Campo Pequeno.

Contudo alguns dos seus associados e outros mobilizados por e-mails, que a Pró-Ordem enviou para milhares de colegas, concerteza que os levarão a estarem presentes.

 

Lisboa, 11 de Março de 2011

 

O Presidente da Direcção

 

Filipe do Paulo

 

Outros Tópicos: