Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente - Somos a unica Federação de Professores independente

Início > Foco > Novo ano letivo, nova esperança
22 DE SETEMBRO DE 2014

Novo ano letivo, nova esperança

Durante o ano letivo que ora começa, a Pró-Ordem insistirá na necessidade de "DESCONGELAMENTO" DO TEMPO DE SERVIÇO E DE PROGRESSÃO NAS CARREIRAS.

Por estes dias milhões de alunos, professores e funcionários "regressam às aulas". No entanto, devido às crises demográficas e financeira (v.g. turmas maiores, mega agrupamentos, etc.) o número de pessoas envolvidas no sistema educativo nacional tem vindo a diminuir significativamente, com reflexos negativos no emprego docente.

De acordo com o relatório da DGEEC- Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, "Educação em Números 2014", tínhamos em 2013, cerca de 150 mil docentes, ensino superior e não superior. São cada vez menos os docentes com idade inferior a 30 anos e são cada vez mais aqueles que têm 50 ou mais anos.

As regiões do País que têm gerado um maior número de "horários zero" são o interior Norte, Centro e Alentejo. A área metropolitana de Lisboa, na qual se inclui a Margem Sul, tem recebido muitos docentes oriundos dessas regiões.

De acordo com o "Education at a Glace" de 2014, um estudo anual da OCDE acerca dos sistemas educativos nacionais, Portugal gasta 3,66% do seu PIB em Educação, pelo que fica abaixo da média da OCDE que é de 3,85%.

Alguns indicadores estatísticos mais recentes parecem deixar vislumbrar que o estado da economia nacional estará um pouco menos mal, pelo que , durante o ano letivo que ora começa, a Pró-Ordem insistirá, nomeadamente, na necessidade de "DESCONGELAMENTO" DO TEMPO DE SERVIÇO E DE PROGRESSÃO NAS CARREIRAS (superior e não superior).

Apesar de tudo: votos de um BOM ANO LETIVO!

Filipe do Paulo

Outros Tópicos: